Você está ouvindo conversas nos corredores. As coisas não vão bem. A grande despedida está chegando. Eu já passei por isso três vezes na minha carreira. Na primeira vez a empresa que eu trabalhava perdeu o contrato para uma empresa maior. Na segunda vez a empresa que eu estava gerenciando foi reduzida de 410 para 70 empregados. Fiz mais de 300 demissões e no final era como se eu estivesse totalmente vazia e em choque. Sabe quando uma pessoa sofre um acidente e não esboça nenhuma reação emocional. Assim eu estava. E por fim e mais recentemente, aderi a um plano de demissão voluntário, pois o cenário era demasiadamente incerto. O tempo todo você se pergunta: Como serei afetado? E os meus colegas? Vou ficar ou serei demitido? Qual é o pacote da indenização? Arrisco a dizer que as perguntas mais difíceis são: Como vou sobreviver? Como vou honrar com os meus compromissos? E a minha família?

Sobrevivendo a uma demissão em massa

A palavra sobreviver neste caso não quer dizer uma maneira de permanecer na empresa, e sim, como manter a paz de espírito ao longo do processo, ver todos os resultados com confiança e preparar-se para qualquer cenário. No momento que há rumores de demissão em massa é porque já foi decidido quem vai e quem fica. Se você não é um dos que decidem quem fica, então outra pessoa está fazendo isso e você não saberá até o dia chegar. Vamos aos fatos:

Estágio das conversas nos corredores

Saiba que a sua remuneração, avaliações do gerente, conjunto de habilidades e competências são os principais fatores na escolha. Nesse estágio é manter o seu emprego, mas também é importante estar preparado para ser demitido. Inicie a sua busca no mercado de trabalho assim que tiver a mínima chance de ser demitido. Não cometa o erro de pensar que você não pode ser demitido, porque além dos fatores citados acima, podem existir outros critérios que você não terá acessos ligados à visão para o futuro da organização.

Então, gaste algum tempo todos os dias para construir a sua rede, verificar postagens, atualizar o seu currículo e Linkedln. Você também precisa definir as expectativas em relação ao possível novo emprego.

Existe um fator muito importante a ser considerado, assim que esses rumores começam: Você terá muito mais distração e menos trabalho. Limite o seu tempo nas distrações e nas fofocas. Em vez disso, use esse novo tempo adicional encontrado para se preparar para ser impactado ou manter o seu trabalho. Durante a fase de conversas de corredor é onde você se posiciona para vencer, independente do resultado.

Nessa situação só existem duas alternativas:

1) Você foi demitido

Na minha primeira experiência de demissão em massa coincidentemente também foi o meu primeiro emprego com carteira assinada. Lembro-me das conversas começarem. Havia algo de errado e neste caso tinha haver com a idoneidade da empresa. Era uma empresa que tinha contrato de prestação de serviço para uma grande corporação. Eu trabalhava no administrativo. Quanto mais os rumores cresciam, mais os donos se ausentavam da empresa. Até o dia que a bomba explodiu e simplesmente eles abandonaram o negócio. Eu não tinha muita noção da gravidade até que o fato ocorrido foi revelado. A empresa para a qual prestávamos serviços assumiu os custos da nossa rescisão. Porém, a nova empresa que assumiu o contrato já tinha a sua equipe administrativa e, portanto, não permaneci no contrato.
Lembro-me de chegar em casa e pensar como iria honrar com os meus compromissos. Estava cursando faculdade na época. Achei que iria permanecer e estava errada. Mas, se você seguir os conselhos no estágio de conversas nos corredores, então você ganha algum tempo. Trate a sua busca por emprego como se fosse o seu trabalho. Coloque sua atenção e esforço. Obtenha opiniões sobre o seu currículo, tenha uma ideia para quais empregos você gostaria de ir e comece a procurar. É importante olhar as muitas empresas, descrições de cargos, para descobrir de primeira mão quais tipos de oportunidades estão lá e o que a empresa quer principalmente a nível de habilidade e competência. Desta forma você poderá traçar um posicionamento como candidato.
Tente não se preocupar ou entrar em pânico quando perder um emprego. Em vez disso, sinta-se confiante de que você encontrará um emprego, que melhor se adeque à sua personalidade, valores e interesses. Não deixe o medo, a incerteza e a dúvida atrapalharem você de refletir profundamente sobre a sua carreira e sua vida.

2) Você manteve o seu emprego

Manter o seu emprego deve fazer você sentir algum alívio e até se sentir bem. Muitas outras pessoas não foram consideradas necessárias, mas você foi. Isso aumenta o seu ego, um pouco, e mantém a sua renda consistente o que tende a manter a ansiedade baixa. Você tem agora um desafio de ajudar uma nova equipe a se organizar, mantendo as expectativas atuais enquanto se ajusta às mudanças que ocorrerão nas próximas semanas. Esta é a chance de mergulhar de cabeça e ajudar. Mostre à sua equipe ou ao novo chefe que você é proativo, flexível e capaz de ajudar de maneira que eles não conheciam. Também é importante não tirar a atenção da tarefa que está na sua frente. Continue fazendo um trabalho significativo. Uma coisa importante: não pare de trabalhar enquanto a sua equipe está tentando descobrir tudo. Sim, você pode obter um novo papel, mas não desconsidere o processo!
Lembre-se de continuar a sua pesquisa por emprego, pois não se sabe se novos cortes serão necessários. Permanecer na sua organização após uma despedida é um cenário difícil de lidar. A mudança e os transtornos que você enfrenta agora podem ser assustadores.
A minha atenção e carinho se dirige às pessoas que colocaram uma ou duas décadas em uma única empresa e, um dia, são demitidas. Aconteceu isso com o meu pai e até hoje sofremos as consequências disso, pois ele não soube lidar com a situação e foi acometido por uma profunda depressão. Muitas vezes essas pessoas são colocadas em papéis específicos e se acomodam e não mantém suas habilidades atualizadas. São pessoas inteligentes e talentosas, mas agora estão desatualizadas e perdidas.

3) Cuidado com a próxima rodada

Infelizmente uma demissão em massa é um processo para ajudar as empresas a sobreviverem ou corrigir erros. Pode ser que a primeira rodada não tenha sido suficiente para tais ajustes. As três vezes que vivenciei um processo de demissão em massa, as empresas eram:
– A primeira era uma prestadora de serviços de manutenção e teve o contrato rescindido;
– A segunda também era uma prestadora de serviços na área de limpeza e conservação. A recessão de 2008 atingiu em cheio a empresa. Os cortes foram feitos em diversas ondas, pois eram vários contratos. Desta vez, eu estava na função de gerente e precisava decidir quem iria ficar e quem iria sair.
– A terceira e última, a empresa parou as operações por um grave incidente e abriu demissão voluntária. Como o futuro da empresa era muito incerto optei por aderir à primeira rodada.
Estas três situações foram a minha jornada particular. Ficar na sua empresa significa que você conseguiu “passar por estas rodadas”.
Se a sua empresa passa por uma reorganização ou uma fusão, se estiver ciente dos riscos, esses riscos passam a ser seus. Confiar em um empregador para a maior parte da sua renda é inerentemente arriscado. Há manchete quando as empresas anunciam um grande corte em seu quadro de empregados. Porém, não há manchetes quando deixa uma pequena porcentagem para alguns meses depois. Portanto, esteja pronto e não assuma que está seguro depois da primeira rodada. Você pode se destacar nas rodadas posteriores, adicionando valor em ver as coisas de novas maneiras, se abrindo para novas oportunidades internas e tentando desenvolver seu próprio papel com base nas necessidades que você vê.

Muitos mercados são rápidos e competitivos. Parece frio o que eu vou falar, mas, mudanças são necessárias. Assim, meu conselho não é apenas sobreviver, mas crescer pessoal e profissionalmente, preparando-se para a mudança e mantendo um estado de prontidão. Muitos pensam na crise, mas até nas crises há oportunidades. Cabe a cada um entender os altos e baixos dessas oportunidades e estar preparado para elas.

div#stuning-header .dfd-stuning-header-bg-container {background-image: url(https://carolinadovalle.com/wp-content/uploads/2018/05/antique-compass-over-old-map-P5DR9WC.jpg);background-size: cover;background-position: right top;background-attachment: initial;background-repeat: initial;}#stuning-header div.page-title-inner {min-height: 380px;}